SEBRAE EM 2021

Cacau de Rondônia de volta ao topo também com apoio do Sebrae

Projeto desenvolvido com apoio de grandes parceiros resgata os grandes momentos da produção do Estado

Não tem muito tempo que o cacau de Rondônia despontou no cenário nacional disputando com grandes players da produção do país, como a Bahia. Por algum motivo esta posição foi perdida, abrindo espaço para a atuação com o objetivo de promover de novo a produtividade e a competitividade da lavoura cacaueira de Rondônia.

Foi o que o Sebrae e seus parceiros identificaram ao realizar o projeto de atendimento Cacau Sustentável de Rondônia, no qual a proposta é dotar os produtores participantes de ferramentas de gestão de propriedade rural, boas práticas de fabricação, introdução de inovação e tecnologia na cadeia produtiva e apoio no acesso a novos mercados.

O Projeto Cacau Sustentável de Rondônia está bem focado na região central, onde foi identificado um grande número de produtores de cacau, e está contribuindo para que eles identifiquem o quanto o seu mercado é importante. Junto com esse trabalho é realizado o projeto de Indicação Geográfica para a cadeia produtiva da cacauicultura, que impulsiona o produtor na busca por melhorias, agregando valor ao produto e trazendo o reconhecimento de mercado, como uma chancela de qualidade do cacau.

Dentro das ações do projeto realizadas neste ano está a contratação de uma consultoria específica junto ao público-alvo participante para observar as boas práticas sustentáveis, vinculadas aos Objetivos de Desenvolvimento Sustentáveis (ODS), a Agenda 2030, uma iniciativa da Organização das Nações Unidas (ONU) que, observando 17 eixos de atuação, pretende reduzir as desigualdades no planeta, tanto na vertente ambiental quanto na social e na econômica.

E alguns frutos já têm sido colhidos de maneira bem especial: o Sebrae apoiou a inscrição e o envio das amostras de produtores de Rondônia para o III Concurso Nacional de Qualidade do Cacau, do Brazilian Cocoa Awards, e, ao final do concurso na emblemática Ilhéus, no Sul da Bahia, o produtor Mauro Celso Tauffer, de Buritis, conseguiu a terceira colocação na categoria varietal. Rondônia sinaliza estar de volta aos grandes tempos da produção de cacau na região.

Mais avanços são projetados para 2022 e, certamente, grandes resultados virão. O Projeto Cacau Sustentável de Rondônia tem como parceiros entidades como Seagri, Senar, Emater, Mapa, Idaron, Câmara Setorial do Cacau, Ceplac, Sescoop, IFRO e Embrapa, todos unidos em prol da cacauicultura.

Saiba mais sobre as ações do Sebrae, acesse o site www.sebrae.ro ou ligue gratuitamente para 0800 570 0800. Você também pode acessar o Sebrae pelo WhatsApp pelo mesmo número. Siga o Sebrae em Rondônia nas redes sociais: Instagram, Facebook, Twitter, LinkedIn e YouTube (@sebraero).