Produção de peixe é incentivada pelo Sebrae

O Sebrae fomenta a cadeia produtiva do peixe, em especial, os pequenos negócios que podem ser fortalecidos, promovendo eventos, capacitando a mão de obra

Com uma movimentação de R$ 500 milhões na balança comercial e condições naturais consideradas excelentes, Rondônia se apresenta como um estado promissor para a criação de peixe. Nesse contexto, o Sebrae surge fomentando a cadeia produtiva, em especial, os pequenos negócios que podem ser fortalecidos por meio de eventos, capacitação de mão de obra e colaboração com produtores rurais que querem investir neste segmento.

Um exemplo desta parceria do Sebrae com os produtores rurais, foi o Seminário de Piscicultura, realizado em Machadinho do Oeste. Durante dois dias, agricultores e pessoas interessadas em investir na piscicultura receberam informações e foram treinadas na prática sobre atividades que podem gerar renda e agregar valor em uma área de produção de peixe.

 

O seminário foi realizado em parceria com a Superintendência de Desenvolvimento Econômico e Infraestrutura (SEDI) por meio do convênio 074/PGE/2018, 152 pessoas participaram das palestras e puderam trocar informações com especialistas em piscicultura, tirando dúvidas sobre o setor. “O contato com especialistas, às vezes, é muito caro para alguns produtores rurais. Neste contexto conseguimos aproximar o agricultor de quem tem a informação. E isso faz toda a diferença na hora de decidir em fazer ou não um investimento.”, destaca o analista técnico do Sebrae Domingos Oliveira.

No evento os produtores rurais aprenderam como agregar valor ao peixe. Por exemplo, na oficina de filetagem e retirada de espinhas, 26 pessoas foram capacitadas a tratar o peixe para torná-lo mais atrativo ao mercado, desse modo, o produto tem mais valor. Enquanto o peixe in natura é vendido a R$ 5,00 o quilo, a mesma quantidade processada pode chegar a R$ 21,00.

Outra oficina oferecida pelo Sebrae aos participantes de Machadinho do Oeste, foi a de criação de peixes, com o aproveitamento da água para a irrigação e a produção de hortaliças em um sistema chamado de aquapônico. Nesta oficina foram capacitadas 38 pessoas.

Para o produtor rural Admilson Souza Campos, a capacitação e a participação nas oficinas possibilitam uma melhor visão deste segmento. “Nós temos que se capacitar e investir certo, pois um erro pode inviabilizar todo o nosso negócio. Com as informações do Sebrae, fica mais fácil a gente escolher onde aplicar o nosso dinheiro”, destaca.

Caso queira saber mais sobre as ações do Sebrae ou se inscrever no seminário, acesse o site www.sebrae.ro ou ligue gratuitamente para 0800 570 0800. Você também pode acessar o Sebrae pelo WhatsApp, (69) 981305656, InstagramFacebookTwitterLinkedIn e YouTube nos canais Sebrae RO.