ECONOMIA

Pequenas empresas podem optar pelo Simples Nacional

Janela de migração termina no dia 29 de janeiro. Saiba quem pode migrar

Desde o início deste ano, os donos de pequenos negócios no país já podem migrar para o Simples Nacional, o regime tributário simplificado que unifica e reduz a carga de impostos que incide sobre as pequenas empresas no Brasil. A janela de migração fica aberta somente até o dia 29 de janeiro próximo. 

Podem optar pelo Simples as microempresas (MEs com faturamento de até R$ 360 mil/ano) e as empresas de pequeno porte (EPPs com faturamento até R$ 3,6 milhões/ano). A janela também fica aberta para as empresas que queiram subir ou descer de categoria. 

“Além da opção pelo Simples, um dono de uma microempresa que queira migrar para empresa de pequeno porte, por exemplo, a oportunidade é agora. O mesmo vale para os microempreendedores individuais (MEIs) que queiram ter um faturamento maior, migrando para microempresa”, explica diretor técnico do Sebrae em Rondônia, Samuel de Almeida. 

Segundo dados da Receita Federal, atualmente Rondônia tem quase 80 mil micro e pequenas empresas em atividade. Desse montante, 57% são de MEIs, 35% de ME e 8% de EPP. 

Durante este mês, o Sebrae manterá em todo o estado esquema de atendimento especial aos donos de pequenos negócios com dúvidas sobre as vantagens e desvantagens dessa migração. Além da orientação presencial, nas unidades regionais, o empresário pode ligar gratuitamente para o telefone 0800 570 0800 ou acessar o serviço “Fale com o Especialista” através do portal www.sebrae.ro.

Tags: Empreendedorismo, Lei Geral da Micro e Pequena Empresa, MEI, Micro e Pequenas Empresas, Rondônia, Sebrae, Simples, Simples Nacional, microempresa, negócios