Médios e pequenos negócios vem crescendo cada vez no Brasil

Com apoio cada vez maior, os pequenos e médios negócios vêm conquistando mais e mais espaço no meio dos negócios. Apesar das dificuldades, cada vez mais o cenário do mercado brasileiro vem mudando de maneira favorável aos empresários de médias e pequenas empresas

É o caso do João Batista, mais conhecido como seu João das Pedras. Ele possui uma pequena empresa de artesanato em pedra, que fica em Ji-Paraná. Seu João conta que saiu do garimpo e se tornou um microempreendedor, contando, para isso, com a ajuda do Sebrae em Ji-Paraná: “resolvi sair do garimpo porque queria uma vida mais tranquila. Foi quando abri meu negócio, que era bem pequeno e aos poucos foi crescendo. Hoje, através do Sebrae, tornei-me ummicroempreendedor individual, o que foi muito bom para mim, porque agora eu trabalho de forma regularizada” .

Marcileide Zirondi, analista do Sebrae em Ji-Paraná, conta que a história do João chamou atenção, já que é uma novidade no mercado de artesanatos da cidade. Para que ele pudesse ter um crescimento organizado e eficaz, recebeu algumasorientações sobre como, por exemplo, registrar a marca. "Nós o orientamos a se formalizar e registrar a marca, o que foi feito através das consultorias do Sebraetec. Atualmente, ele vem participando dos nossos treinamentos para aprimorar na gestão do seu negócio.”

Uma prova que os médios e pequenos negócios vem crescendo foi o último levantamento do Cadastro Geral de Empregados e Desempregados, que mostrou que os pequenos negócios foram responsáveis por mais de 90% das novas contratações de janeiro a outubro de 2018 – um total de mais de 475,6 mil empregos gerados. Esse número é quase seis vezes maior que o número de empregos gerados pelas médias e grandes empresas, que contrataram mais de 80,5 mil novas pessoas. Em Rondônia, as médias e pequenas empresas tiveram mais de mil novas contratações no período de janeiro a outubro de 2018, em comparação com a mesma época em 2017.

Para João, o desejo de continuar crescendo não é apenas um sonho: ele conta que já está colocando em prática tudo o que aprendeu para em breve poder ter um espaço maior para atender os clientes. “Quero sair do microempreendedor e passar para pequena empresa. Quem sabe até ir para outras cidades com meu negócio.”

Para mais informações sobre esse e outros assuntos, acesse o site www.sebrae.ro ou ligue gratuitamente para 0800 570 0800. Você também pode acessar o Sebrae pelo WhatsApp, (69) 98130 5656, InstagramFacebookTwitterLinkedIn e YouTube nos canais Sebrae RO.