Em Cacoal, Semana do MEI oferece orientações de planejamento e gestão do negócio

Evento teve início dia 14 de maio com realizações de palestras e oficinas focadas em planejamento e gestão de empresa

Ser dono do próprio negócio é o sonho de muitos brasileiros, mas, na hora de começar a empreender, surgem algumas dúvidas sobre como formalizar ou gerir o próprio negócio. Para apoiar e orientar esses empreendedores que estão começando, o Sebrae Rondônia promove a Semana do Microempreendedor Individual (MEI) em todo o estado de Rondônia, cujo objetivo é levar orientações técnicas e capacitações aos microempreendedores individuais. Em Cacoal, o evento aconteceu de 14 a 18 de maio com oferecimento de palestras e oficinas focadas no planejamento e na gestão de empresa.
De acordo com Desóstenes Nascimento, analista do Sebrae, o MEI é o porte de empresa que mais cresce em todo o Brasil. Milhares de empreendedores do estado de Rondônia têm procurado o Sebrae para formalizar esse tipo de negócio. “Na Semana do MEI desenvolvemos diversas atividades voltadas aos microempreendedores. Aqui em Cacoal, focamos em palestras e oficinas sobre como planejar e controlar as finanças do negócio e como o microempreendedor individual pode adquirir crédito das instituições bancárias”, disse Desóstenes.
Rosineide Pontes foi uma das participantes do evento. Iniciante no mundo dos negócios, ela conta que veio em busca de informações sobre como organizar as finanças da empresa do segmento de tatuagem. “Como somos uma empresa familiar que, além de oferecer o serviço de tatuagem, também fornecemos produtos para outros tatuadores, vimos a necessidade de aprimorar os conhecimentos e, assim, poder evoluir. Gostei muito da oficina que participei, tenho certeza que se colocar em prática o que aprendi minha empresa vai crescer”, acredita Rosineide.
Lucimar Antônio Lubiana, analista técnico do Sebrae, ministrou a oficina Sei Controlar o Meu Dinheiro, que aborda uma dificuldade enfrentada por muitos microempreendedores que estão começando a empreender. “Muitas vezes nos deparamos com empreendedores que nos procuram dizendo que vendem mas, no final do mês, não conseguem ver o dinheiro. Então esse processo de ver o dinheiro não é só o da venda, mas do negócio em si. Para que ele possa fazer isso, ele tem que ter controle, planilhas, contas a pagar e a receber e um fluxo de caixa bem orientado. E a Semana do MEI vem justamente trazer esse tipo de orientação para que o empreendedor tenha sucesso”, explicou Lucimar.
Para se tonar um microempreendedor individual, a empresa não pode ter faturamento anual acima de R$ 81 mil. Além disso, só é permitida a contratação de um funcionário. A formalização do negócio garante ao MEI alguns benefícios, como emissão de nota fiscal e acesso à Previdência Social.
O Sebrae dá todo o suporte necessário para quem deseja empreender. Basta procurar uma unidade da instituição ou a Sala do Empreendedor. O procedimento é simples e rápido.
Para mais informações sobre a atuação do Sebrae, acesse o site <www.sebrae.ro> ou ligue gratuitamente para 0800-570-0800. Você também pode nos acessar pelo número de WhatsApp (69) 98130-5656 ou pelas plataformasInstagramFacebookTwitterLinkedIn e YouTube, no perfil “Sebrae RO”.