EM OUTUBRO

Ariquemes recebe 2º Fórum da Piscicultura

Evento vai discutir a cadeia produtiva e os gargalos para inovação e sustentabilidade no setor

No dia 04 de outubro deste ano, Ariquemes recebe a segunda edição do Fórum da Piscicultura de Rondônia. O evento, que tem o tema “Inovação e Sustentabilidade”, é realizado pelo Sebrae e a Associação dos Criadores de Peixes do Estado de Rondônia, Acripar. O objetivo é reunir piscicultores, técnicos, estudantes e demais interessados para discutir o futuro da cadeia produtiva da criação de peixes em cativeiro.

 

O palco escolhido para os debates mais uma vez será o auditório da Associação Comercial de Ariquemes, ACIA. Além de um momento de discussões com a participação de representantes de vários setores, três grandes palestras, com renomados especialistas em piscicultura no país, integram a programação do evento. A abertura oficial está marcada para as 8h, com intervalo para almoço e retorno às 14h.

 

Pesquisadores como Fernando Kubitza, Eduardo Ono, Gilberto Pavanelli e Marco Aurélio Rotta estarão presentes, palestrando e dando apoio nas discussões. Para o presidente da Acripar, Francisco Hidalgo Farina, o Fórum é um momento especial, em que todos os entes da cadeia produtiva podem promover reflexões e também entender as tendências do mercado da piscicultura rondoniense para os próximos anos. “Crescemos muito após o primeiro Fórum. A piscicultura voltou ao foco de muitos produtores, ganhamos mais indústrias, mais piscicultores iniciaram sua produção e de fato amadurecemos. A perspectiva é que esse evento coroe um ano de muitos ganhos e esforços para que o nosso peixe, em especial, o Tambaqui passe a ser reconhecido por nós e pelo Brasil como excelente proteína de baixo custo acessível à maioria da população.”, explicou o empreendedor.

 

Em sua fala, o presidente da Acripar se refere aos investimentos mútuos que tanto o Sebrae quanto a Acripar ? mais os parceiros governamentais e entidades privadas ? promoveram em 2019 na promoção do pescado local. No mês de agosto deste ano foi realizado em Brasília o primeiro Festival do Tambaqui da Amazônia na Esplanada dos Ministérios. Mais de 6 toneladas de peixe (4,5 mil bandas) foram assadas e trocadas por alimentos durante o evento.

 

Para Samuel Almeida, diretor técnico do Sebrae, a piscicultura é um dos macros segmentos que a instituição investe pesado, visando o desenvolvimento do setor e o fortalecimento da economia rondoniense. “Ficamos felizes de ser protagonistas nesses recentes avanços que a piscicultura de Rondônia está tendo. Estamos buscando novos mercados, mas também a sustentabilidade desses negócios.”, argumenta.

 

As inscrições no Fórum da Piscicultura de Rondônia são gratuitas, mas limitadas. Para garantir presença, basta acessar o site www.sebrae.ro e procurar a aba de eventos ou ligar gratuitamente para o telefone 0800 570 0800.